Amateur

primeira vez quase em publico
a historia passou-se a algum tempo atrás numa noite de verão.
recebi uma mensagem a convidar-me para uma festa em casa de amigo meu, dizia que era uma festa com muito pessoal que já não víamos á muito tempo por isso tinha mesmo de ir, como conheço bem as festas que ele dá e como a casa é um sonho com muitos jardins e piscina respondi logo, conta comigo.
na sexta á noite cheguei lá, muita gente conhecida, muito bom ambiente. claro que os meus olhos ficaram vidrados quando vi uma antiga colega de turma que já não via á muito tempo, a carla, éramos muito amigos apesar de nunca ter acontecido nada entre nos…
tinha um vestido preto justo que deixava qualquer homem doido. mal me viu veio a correr ter comigo e abraçou-me, logo senti o seu peito bem duro encostado a mim e muito rapidamente diz anda conhecer o meu namorado, grande banho de agua fria, um passou bem e vamos embora.
a noite continuou e depois de muita bebida dei comigo a dançar com carla. bem juntos ela roçava-se em mim, pegava nas minhas mãos e punha no seu rabo, comecei a ficar cheio de tesão. nisto reparei que o namorado estava a olhar para nos e disse que tinha de sair um pouco dali e que ia lá fora.
fui para a beira da piscina ela foi á casa de banho, passados 5 minutos apareceu na piscina e sentou-se á minha frente. palavra puxa palavra e claro que conversa foi para o sexo, disse-lhe que gostava de tentar fazer alguma coisa num sitio mais publico e que lá dentro já estava cheio de tesão de dançar com ela. ela disse que também, que adorava provocar e que eu ainda não tinha visto nada. de repente pergunta se não notei nada de diferente nela, eu respondi que não e ela disse-me que tinha ido á casa de banho e tinha tirado as cuecas… quando acaba a frase abre um pouco as pernas. que visão, uma coninha toda rapada a brilhar de tão húmida que estava.
claro que fiquei logo com o caralho teso, toca-lhe disse ela pegando na minha mão e deslizando-a para o meio das suas pernas.
“carla vamos embora?”, era o namorado ao longe a dizer-lhe para ir embora, tenho de ir disse ela. mais um balde de agua fria. a festa continuou sem mais interesse nenhum.
no dia seguinte acordo com uma mensagem da carla, anda ao shopping tomar um café comigo que vou lá comprar roupa.
encontrei-me com ela e perguntei-lhe pelo namorado e se tinha tido problemas ela disse-me está tudo bem ele detesta vir ás compras.
entramos numa loja de roupa para mulher não sei bem qual pois ia hipnotizado pelo seu decote, ela escolheu 2 ou 3 peças e fomos para a cabine de provas, eu dei um passo para trás á espera que ela trocasse de roupa, ela agarra-me pelo braço e diz-me não queres satisfazer a tal fantasia?
entramos na cabina e fechamos a porta. ela tirou o top e mostrou aquele peito perfeito, fez aparecer logo um inchaço nas minhas calças… bem vejo que temos festa disse ela, enquanto me abriu as calças e começou a masturbar-me com uma mão enquanto com a outra tirava as suas calças. hoje também não tenho cuecas disse ela enquanto se ajoelhava e metia o caralho na boca. meu deus que tesão que aquilo tudo me fazia. chupou-me por uns instantes, levantou-se deu meia volta e dobrou-se, agora vem a realização da tua fantasia, fode-me disse. por pouco não a deixava acabar a frase, tinha a cona tão húmida que entrei nela sem problemas e começamos a fuder, ela gemia baixo e falava comigo sempre em sussurros, faz pouco barulho para não haver problemas. ao fim de um pouco disse-lhe que me ia vir e ela disse-me para me vir dentro dela. foi muito bom, enquanto me vestia ela limpou a minha esporra numa das peças de roupa que trouxe para experimentar, a respirar ofegante e muito corada…
vestimo-nos os dois, saímos dali o mais depressa possível, quando saímos da loja deu-me um beijo, tenho de ir embora, o café fica para outro dia.
uma agradável surpresa de verão que espero voltar a repetir….

Paulo