Babes

Footworship e Trample com Amiga
Mostrei algumas coisas relacionadas a podolatria para uma amiga minha e ela ficou bem interessada, apesar de nunca ter feito nada do tipo antes, nem uns beijos nos pés, que são maravilhosos (e foram o motivo de eu ter mostrado pra ela!).

Como ela nunca havia feito nada antes, pedi pra ela se sentar no sofá, fiquei de joelhos pra ela e comecei a beijar seus pés, ela estava usando um chinelinho bem baixo com um laço na frente (sem ser aqueles de plástico) e estava com um esmalte rosa bem claro nas unhas. Fiquei beijando os pés dela por um bom tempo, principalmente os dedos, e ela me disse que estava adorando a sensação de ter alguém de joelhos pra ela beijando seus pés, o que fez eu perguntar pra ela se ela queria fazer um pouco de trample, o que ela aceitou, com um pouco de receio.

Pedi pra ela ficar com o chinelo e deitei no chão perto de uma parede, pois seria a primeira vez que ela ia pisar em alguém. Ela colocou um pé em cima da minha barriga e apertou um pouco, mas estava com receio de pisar com os dois pés e soltar todo o peso, coisa que fomos fazendo aos poucos e depois de um tempo ela já estava me pisando com os dois pés e com todo o seu peso. Com o tempo ela foi pegando confiança e até começou a soltar o peso só em um pé e colocar o outro na minha cara pra eu beijar a sola do chinelo, que estava bem suja.

Ela ficou pisando com o chinelo por um bom tempo, e se divertiu bastante, até que ela me disse que tinha mais sapatos que ela usa nas aulas de dança no carro dela e que ela acabou deixando no carro por conta disso, e perguntou se eu queria que ela pegasse. Respondi que sim sem pensar duas vezes!

Eram dois sapatos, um sapato preto fechado com um salto quadrado e grosso e uma sandália vermelha de salto que só de pensar no pé dela calçando-a já me deixou doido, mas primeiro ela mandou eu calçar o sapato no pé dela, o que eu fiz, não sem antes cheirar dentro do sapato, mas não estava com chulé e nem nada. Ela pisou com o sapato e me disse que a sensação de pisar usando salto é bem melhor, o que fez ela começar a soltar o peso no salto depois de um tempo, da mesma forma que ela fez quando pisou com o chinelo.

Depois de pisar um pouco com o sapato, fiquei de joelhos pra ela novamente e fiquei mais um tempo beijando o pé dela com o sapato até ela mandar eu trocar o sapato dela e colocar a sandália vermelha, o que fiz de joelhos enquanto ela ficou sentada no sofá. Beijei o pé dela mais um pouco com a sandália até ela me mandar deitar no chão. Dessa vez ela já pisou com tudo de uma vez, sem nem se importar que o salto dessa sandália é mais fino que o outro. Enquanto estava pisando, ela mandou eu beijar a sola da sandália, que não estava muito suja, e eu estava gostando tanto das pisadas dela que acabei lambendo a sola da sandália e acabei desafiando ela falando que se ela fizesse eu implorar pra ela sair de cima de mim, eu lamberia a sola do chinelo dela, que estava bem mais suja. Ela ficou pisando normalmente por mais um tempo, até que uma hora ela resolveu soltar todo o peso no salto de um pé e ainda se abaixar, o que doeu muito, mas ainda não fez eu pedir pra ela parar. Depois ela mandou eu chupar o salto da sandália, e com o outro pé, sem querer (pois ela não sabia que era onde mais doia), ela acabou soltando o peso todinho um pouco acima da barriga, no lugar que dói mais, mas mesmo assim aguentei por um bom tempo, até pedir pra ela mudar um pouco a posição do pé, o que ela considerou que eu perdi o desafio e me obrigou a lamber a sola dos dois pés do chinelo depois de tirar a sandália de salto e calçá-los novamente.

Lambi a sola dos dois pés enquanto ela ficou sentada no sofá olhando pra mim e rindo. Depois disso eu perguntei se podia beijar um pouco a sola do pé descalço dela, algo que eu ainda não havia feito. Ela deixou e eu acabei beijando, cheirando (ela não tem chulé mesmo) e lambendo bastante, já que ela disse que estava gostando. Depois disso, enxuguei o pé dela e pedi pra ela pisar um pouco em mim descalça, o que ela fez depois de me mandar lamber mais um pouco a sola do chinelo, inclusive ela pisou um pouco descalça na minha cara.